Evelin_Bandeira_Nanda_Costa_edited.png

BIO

Evelin Bandeira, 15.10.1984

-

Bailarina e performer especializada em dança moderna pela Cia Nacional de Danza Moderna y Contemporânea de Cuba, pós graduada em Dança e mestranda em Artes Cênicas na Universidade Nova de Lisboa.


Integrou o corpo de bailado na ópera do Teatro Municipal de São Paulo (TMTV) ao lado de prestigiados diretores e coreógrafos do Brasil e do mundo. Além de ter participado do coletivo de artistas em Singapura coreografado pelo mexicano Francisco Córdova na peça "Careful What You Wish For" (2017), e mais tarde, em 2019, trabalhou em "Conquest", coreografada por Sidi Larbi Chekaoui.


Em 2015, foi contemplada com o ProAC - Primeiras Obras de Dança com o projeto aclamado pelo público e crítica, "Silêncio", e em 2017 lançou o projeto multidisciplinar "Apenas o Fim do Mundo"que recebeu centenas de obras de artes do mundo inteiro.


Já em Lisboa, no ano de 2020, estreou o espetáculo "Tudo o que Maria está a fazer é esperar pelo acidente acontecer" no Festival "Try Better, Fail Better '20", dirigido por Rafael Ferreira, e prepara-se para a estreia da performance multimídia "A.MAR", obra solo sobre as sereias japonesas e sua relação com o mar.

PRÊMIOS/DESTAQUES

-

2013, V Curt de Gambals Festival: Best Short Movie (indicação), Espanha

2013, VII Mostra Internacional de Videodança de São Carlos 

2015, ProAC: Primeiras Obras de Dança

2015, Mini Residência: MONSTRA - SP

2016, II Mostra SOLA de Videodança em Belo Horizonte

2016, Edital de Ocupação CCBB - SP

2017, Residência Artística ODT Singapura

2018, Circuito Cultural Paulista
2018, Edital Ocupação Sesi-SP 

2018, Troféu 'Maria Cristina Sismeiro Dias' Prêmio Nacional de Artes

2020, Seleção Try Better, Fail Better '20 - Teatro da Garagem - PT

PROJETOS AUTORAIS

-

2013, videodança "Tulipa", direção de Camila Fontenele

2015, espetáculo "Silêncio"

2016, videodança "Silêncio", direção de Amadeu Gomes

2017, performance "Apenas o Fim do Mundo"

2019, videoarte "Reconexão", direção de Camila Fontenele

2020, espetáculo "Tudo o que Maria está a fazer é esperar pelo acidente acontecer"

2021, performance "A.MAR"

-

Portfólio

Press